A conquista da independência – Iacov – parte II

 

 Antonio Carlos Coelho

No último artigo escrevi sobre o patriarca Iacov. Segundo comentaristas, a sua história, aponta para conflitos que se estabeleceriam entre a ética judaica e o mundo gentio dos romanos e gregos.

 

Iacov é, dos três patriarcas, aquele que mais tempo viveu longe da sua terra. Foi obrigado a fugir do ódio e da perseguição de seu irmão Esav e, depois, trabalhar por vinte anos para o seu sogro Lavan. Nesse período se submeteu aos caprichos de seu sogro, cuidando dos seus interesses e, habitando em terra estrangeira, com costumes e deuses diferentes do D-us de seus pais.

Quando Iacov se libertou de Lavan, partiu com sua família para a terra dos seus pais, Canaã. Ao se aproximar pensou que teria que enfrentar a fúria do seu irmão Esav, e isso lhe causou muito medo. Iacov esperou o pior, então, dividiu seus pertences em duas partes para que, caso houvesse um combate com os homens de seu irmão, não viesse a perder seus bens e os membros da sua família. Mas, quando Iacov estava extremamente temeroso pediu a D-us para que ocorresse o melhor, para que seu irmão o recebesse bem ou, ao menos, não lhe agredisse.

A Torá também nos relata a aparição de um homem que enfrentou o patriarca numa luta que durou toda uma noite. Iacov acabou saindo ferido na coxa, mas recebeu um novo nome: Israel. A partir da luta e do novo nome ele não foi mais o mesmo. O temeroso Iacov ganhou coragem, assumindo assim, uma nova etapa da sua vida. Tinha se libertado do seu sogro e conseguido superar a sua situação de desvantagem diante do valente Esav. Israel, então, pode habitar o seu lar verdadeiro, recompondo sua identidade como filho de Avraham e Isaac, na terra que lhe havia sido prometida por D-us.

Os fatos ocorridos com Iacov, Israel, nos levam a refletir sobre a história do povo judeu. Por quase dois mil anos esse povo passou em terra estrangeira, longe da sua terra original. Por todo esse tempo viveu em ambientes culturais e religiosos diversos do seu. Teve que lutar para que o nível da inevitável assimilação não absorvesse os valores fundamentais do judaísmo. Em inúmeras ocasiões o povo judeu ficou sujeito à vontade de governos que lhes determinavam o tipo de trabalho, o espaço a ocupar, as roupas que deviam vestir, etc. E, além disto, sofrer todas as formas de preconceitos, limitações na vida social e cultural e, o pior, as perseguições e mortes.

Estamos próximos ao Dia da Independência de Israel – data da criação do novo Estado de Israel. O nome dado ao Estado vem de Iacov, mas não do Iacov temeroso, inseguro; vem do novo homem, aquele que se chamou Israel. Assim, como Iacov, o povo judeu recuperou sua coragem e sua honra. Lutou com todas as forças contrárias ao seu retorno à terra de seus pais e, estabeleceu, na memória do patriarca, o novo Estado de Israel.

Como aconteceu com Iacov, o povo de Israel, recuperou sua identidade ao estabelecer os limites do seu território e ao proclamar a independência. A exemplo do patriarca, não era e não é mais necessário a submissão à vontade de povos e governos, pois, esteja o judeu dentro ou fora da sua terra, ele terá coragem e força necessária para se impor como povo livre.

Ao comemorarmos a Independência do Novo Estado de Israel, não apenas celebramos o aniversário de um país, mas comemoramos a independência de um povo que é capaz de habitar em muitos territórios diferentes e é, igualmente, capaz de guardar sua integridade e orgulho de ser judeu.

 

 

Fonte : Jornal VISÃO JUDAICA

• abril de 2008 • Nissan • 5768 – http://www.visaojudaica.com.br/

Anúncios
Esse post foi publicado em OS SÁBIOS ENSINAM. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s