NA MESA DE SHABAT – PARASHÁ VAYELECH – 5768‏ – Grupo Chassidismo

 

 

B"H

4 de Tishrei de 5768 * 3 de Outubro de 2008

Parashá Vayelech

Uma Vida Precisa

E Moisés foi e falou as seguintes palavras a todos de Israel. E ele disse a eles: “Eu tenho cento e vinte anos de idade hoje…”.

Devarim 31:1-2

Hoje, meus dias e anos foram completados; neste dia eu nasci e neste dia eu morrerei… Isto é para nos ensinar que D’us completa os anos dos justos ao dia e ao mês, como está escrito (Shemot 23:26): “Eu completarei o número dos teus dias”.

Rashi, ibid.; Talmud, Rosh Hashanah 11a

Um ano é mais do que uma quantidade de tempo: é um ciclo, uma seqüência de transições que corre seu curso somente para se repetir de novo e de novo. No nível físico, um ano marca o final do ciclo solar e a repetição da seqüência de estações do ano e os ciclos de vida que ele produz. No plano espiritual, cada ano traz uma repetição das várias influências espirituais ligadas às festividades (liberdade em Pessach, alegria em Sucot, etc.) a partir de sua posição fixa no calendário judaico.

Assim, a palavra hebraica para “ano”, shanah, significa tanto “mudança” quanto “repetição”. Pois o ano é uma personificação de todo o conjunto de transformações que constitui a experiência humana. Cada ano de nossas vidas somente repete este ciclo, porém em um nível mais elevado ao qual um ano inteiro de maturidade e realizações nos elevou. Em outras palavras, nós podemos dizer que todos nós vivemos por um ano e, então, revivemos nossas vidas tantas vezes mais quanto nos é permitido, mas cada vez em um nível mais elevado, como uma espiral que repete o mesmo caminho a cada volta, porém em um nível cada vez mais alto.

Aqui reside a importância de uma vida que é “completa” no sentido de que ela consiste de anos completos do calendário. Moisés nasceu em 7 de Adar e faleceu na mesma data, como foi o caso de tantos outros tzaddikim (indivíduos justos perfeitos).

O mundo que habitamos tem tanto uma dimensão espiritual quanto física. Enquanto estas são apenas duas facetas de uma única realidade, nem sempre uma é um espelho preciso da outra. Assim, houve muitos

tzaddikim cujas vidas foram “completas” no sentido espiritual – em que o potencial em cada um dos seus dias e momentos foi plenamente realizado – mesmo assim, esta “plenitude” não encontrou expressão nas datas do calendário de seu nascimento e falecimento. Fisicamente, seu último ano na terra foi “incompleto”. Mas, então, houve aqueles grandes homens e mulheres cujas vidas físicas eram vasos cristalinos de seu conteúdo espiritual, refletidos no fato de que “D’us completou seus anos ao dia e ao mês”.

Baseado nos ensinamentos do Lubavitcher Rebbe, adaptado pelo Rab. Yanki Tauber

Tradutor: Moishe (a.k.a. Maurício) Klajnberg

 


RESUMO DA PARASHÁ VAYELECH

Devarim 31:1-30

A Parashá de Vayelech (“E ele foi”) relata os eventos do último dia de vida terrena de Moisés. “Eu tenho 120 anos de idade hoje”, ele diz ao povo, “e eu não posso mais sair e entrar”. Ele transfere a liderança para Yoshua e escreve (ou termina de escrever) a Torá em um rolo que ele entrega em confiança ao Leviim para que guardem na Arca da Aliança.

A mitzvah de Hak’hel (“Reunir”) é dada: a cada sete anos, durante a festa de Sucot do primeiro ano do ciclo de shemittah, todo o Povo de Israel – homens, mulheres e crianças – deve se reunir no Templo Sagrado de Jerusalém onde o rei deverá ler a Torá para eles.

Vayelech termina com a profecia de que o Povo de Israel se afastará de seu pacto com D’us, fazendo com que Ele esconda Sua Face deles, mas também com a promessa de que as palavras da Torá “não serão esquecidas das bocas de seus descendentes”.


RESUMO DA HAFTARÁ VAYELECH

SHABAT SHUVAH

Hosea 14:2-10; Micah 7:18-20

 

O Shabat entre Rosh Hashaná e Yom Kippur é conhecido como

Shabat Shuvah ou “Shabat do Retorno (Arrependimento)”. O nome é uma referência às palavras iniciais da haftarah da semana, “Shuvah Israel – Retorna Ó Israel”. Esta haftarah é lida em honra ao Dez Dias de Arrependimento, os dias entre Rosh Hashaná e Yom Kippur.

O profeta Hosea exorta o povo de Israel para que “Retorna, Ó Israel, ao Senhor teu D’us”, encorajando-os a se arrependerem sinceramente e que peçam o perdão de D’us. Hosea urge aos judeus que coloquem sua confiança em D’us, não na Assíria, em cavalos poderosos ou em ídolos. Neste ponto, D’us promete remover Sua ira de Israel, “Eu serei como orvalho para Israel, eles florescerão como uma rosa”. O profeta, então, continua prevendo o retorno dos exilados e o fim da adoração de ídolos entre o povo.

A

haftarah conclui com uma breve porção do Livro de Micah que descreve a bondade de D’us em perdoar os pecados de Seu Povo. “Ele não mantém Sua ira para sempre, pois Ele é um amante da bondade. Ele terá misericórdia por nós, Ele agarrará nossas iniqüidades e jogará todos os nossos pecados nas profundezas do mar”. Micah conclui invocando perante D’us os pactos que Ele fez com os Patriarcas Avraham, Yitzchak e Yaakov.


HORÁRIO DE ACENDIMENTO DAS VELAS DE SHABAT E YOM KIPPUR

 

                                                                           Rio de Janeiro   S. Paulo  P. Alegre   Brasília   Belém   Salvador

Início do Shabat (Sexta-Feira)

4 de TISHREI de 5769 (3 de OUTUBRO de 2008)  17:31                  17:46        18:07          17:48       17:47     17:10

Acender as velas

ANTES do horário indicado

                                                                    

Final do Shabat (Sábado)                                   Rio de Janeiro   S. Paulo  P. Alegre   Brasília   Belém   Salvador

5 de TISHREI de 5769 (4 de OUTUBRO de 2008)  

18:41                  18:56        19:18          18:58       18:56     18:20

 

Véspera de Yom Kippur (Quarta-Feira)               Rio de Janeiro   S. Paulo  P. Alegre   Brasília   Belém   Salvador

9 de TISHREI de 5769 (8 de OUTUBRO de 2008)   17:32                  17:48        18:10          17:49       17:45     17:10

Acender as velas

ANTES do horário indicado

 

Final de Yom Kippur (Quarta-Feira)                    Rio de Janeiro   S. Paulo  P. Alegre   Brasília   Belém   Salvador

10 de TISHREI de 5769 (9 de OUTUBRO de 2008) 

18:43                  18:58        19:21          18:59       18:55     18:20

 

Para outros locais, clique em

: www.chabad.org.br/datas/calendario/velas.html.


ACENDIMENTO DAS VELAS DE SHABAT:

Na sexta-feira, acenda as velas somente

ANTES do horário indicado.

Cubra os olhos com as mãos e recite a seguinte bênção, descubra os olhos e olhe para as chamas das velas:

Baruch Atá A-do-nai, E-lo-hê-nu Mêlech haolam, asher kideshánu bemitsvotav, vetsivánu lehadlic ner shel Shabat kodesh.

Bendito és Tu, A-do-nai, nosso D’us, Rei do Universo, que nos santificou com Seus mandamentos e nos ordenou acender as velas do sagrado Shabat.


ACENDIMENTO DAS VELAS DE YOM KIPPUR:

Na véspera de yom Kippur, acenda as velas somente

ANTES do horário indicado.

Cubra os olhos com as mãos e recite a seguinte bênção, descubra os olhos e olhe para as chamas das velas:

1- Baruch Atá A-do-nai, E-lo-hê-nu Mêlech haolam, asher kideshánu Bemitsvotav, vetsivánu lehadlic ner shel Yom Hakipurim.

Bendito és Tu, A-do-nai, nosso D’us, Rei do Universo, que nos santificou com Seus mandamentos, e nos ordenou acender a vela do Dia do Perdão.

2- Baruch Atá A-do-nai, E-lo-hê-nu Mêlech haolam, shehecheyánu vekiyemánu vehiguiánu lizman hazê.

Bendito és Tu, A-do-nai, nosso D’us, Rei do Universo, que nos deu vida, nos manteve e nos fez chegar até a presente época.

 

Anúncios
Esse post foi publicado em MOVIMENTO. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s