CHEGA DE SOLIDÃO ( Parte 11 ao 15)

11. Cálculo preciso.

Meus queridos filhos e filhas! Se vocês desejam se casar, devem depositar toda a sua confiança unicamente em D-us. Saibam que D-us escolheu o vosso par com base em cálculos precisos e com muito carinho, para o vosso bem neste mundo e no Mundo Vindouro.

Não se ressinta com o que D-us te der. Uma vez casado, agradeça e louve a D-us por ter tido misericórdia de ti e enviado teu parceiro para a vida.

Mesmo antes disto – se você agradecer a D-us por todo o imerecido amor que Ele te tem dado, sentirá a delícia do Mundo Vindouro e você terminará por ganhar o teu verdadeiro par. (Licutê Moharan 2:2).

Não raro, o orgulho da própria pessoa é o fator que a impede de encontrar o verdadeiro parceiro. Ninguém que cruza o seu caminho é suficientemente boa, então ela detona cada encontro. Mesmo depois do casamento a pessoa ainda está insatisfeita; ela reclama de D-us e de todo o mundo. Em seu interior ela se sente completamente destruída.

Ao contrário, acostume-se a agradecer a D-us. Então você se tornará receptivo à luz da verdade e se alegrará com o parceiro que receber. Mas se você não aceitar o parceiro com júbilo, mas se não o aceitar com regozijo, será acuado até aceitá-lo.

Como mencionamos acima, o parceiro de cada um de nós foi anunciado nos céus antes do nascimento desta pessoa. Se a pessoa aceitar este parceiro, as coisas fluirão bem. Entretanto, se não aceitar seu parceiro, D-us lhe pega pela nuca e faz passar todo por o tipo de agrura até aceitar o par que lhe foi destinado.

Nossos rabinos disseram: “O Santíssimo, bendito seja, casa as pessoas mesmo que contra a sua vontade – e com isto vem a dor. Como diz o salmista,” “Ele faz reencontrar um lar aos abandonados, no tempo apropriado liberta os cativos" (Salmos 68:7). A palavra – “bechosherot” (aprisionados, no original em hebraico) – pode ser dividida em duas palavras: “bechi” – em prantos – e “shirot” – com cânticos. Aquele que concorda com seu arranjo matrimonial canta; e aquele que não que o deseja, chora" (Midrash Rabá Vaietsê 68:4).

A pessoa feliz em aceitar o jugo Divino, canta e se jubila com sua mulher e dá graças a D-us. Já a pessoa que não aceita a lei Divina, , esta se lamenta e chora pelo seu amargo quinhão, alquebrantado com uma jarra atirada ao chão.

Por isto, se aproxime de D-us e aceite Suas regras.

D-us é chamado de "Senhor do julgamento” (Salmo 7) pois, na linguagem dos nossos rabinos: "O Santíssimo estabelece escadas. Ele rebaixa uma pessoa e eleva outra; manda uma para baixo e outra para cima" (Midrash Rabá, Shemini). Agradeça e louve-O pela Sua irrecompensável compaixão que tem tido por si. Então você encontrará teu verdadeiro parceiro e viverá sempre alegre com a tua porção.

 

12. Cada proposta tem sua Relevância.

Saiba que não há existência alguma que seja independente de D-us. D-us supervisiona cada coisa e cada minúscula partícula; nada ocorre por si só. Nossos rabinos disseram: "Ninguém mexe um polegar na terra sem que isto tenha sido proclamado nas Alturas" (Chulin 7a); até um carregador de água é apontado pelos Céus" (Berachót 58a); homem algum pode tocar naquilo que pertence a outro e nenhum reino adquiro o que pertence a seu vizinho – mesmo algo tão pequeno quanto um fio cabelo" (Iomá 38b).  Cada proposta feita a ti tem relevância para a tua alma. Rabi Nachman de Breslav explicou que cada indivíduo tem uma série de possíveis companheiros. Por isso, mesmo que alguém apenas cogite sobre um companheiro para ti apenas falando sobre isto, isto em si constitui a categoria de união. Se os dois se encontrarem isto constituirá um tipo maior de união – e assim por diante (Chaiê Moharan 595, nova edição). Rabi Nachman também disse: "Se alguém te apresentar alguém – mesmo que o arranjo não funcione – isto provém dos Céus e deixa sua impressão de parceiro potencial" (Sêfer Hamidot– casamentos 7).  Se alguém menciona um companheiro ou companheira que não te agrada, não fique triste por isto. Não comece a protestar que esta pessoa não serve para você e que as pessoas estão te incomodando com encontros que são uma perda de tempo e energia emocional.  Ao invés disto, aceite tudo com amor, consciente de que tudo está sendo dirigido por D-us com precisão, e que em todos os Seus atos, Ele tem razões na maior parte ocultas dos olhos dos homens.

13. Se algo está errado, encontre você mesmo a causa.

Meus queridos filhos e filhas! O que quer que estejam experimentando, encontrem em si mesmos as forças para não cair em desespero. A tua vida pode estar amarga neste momento, pois você está encontrando certa dificuldade em encontrar tua parceira/parceiro e casar-se. Eis o conselho: silencie teus lábios e mente de toda e qualquer expressão de negatividade diante de D-us.  Todos os atos de D-us estão em profundo acordo com sua medida reta de justiça. Se algo anda errado em tua vida, encontre você mesmo a causa – não nos outro, e certamente não em D-us.  Rabi Nachman de Breslav explica que quando a pessoa comete algum abuso sexual (em atos ou palavras), ela subseqüentemente encontra dificuldades em encontrar sua outra metade. Isto cria sentimentos opostos entre as partes e aumenta a distância entre os dois. Se a pessoa contamina profundamente sua natureza sexual, torna-se excessivamente difícil reconciliar os dois (veja Licutê Moharan 2:87).  A solução é permanecer em silêncio; aceitar tudo com amor. Se alguém te incomoda pelo fato de ainda estar solteiro, ignore-o. Você pode estar sentindo uma tremenda humilhação por que gente mais nova que você, e aqui estás, ainda à espera por uma mínima dica de onde está o teu par. Mas não sinta raiva ou ressentimento. Ao invés disto, fique em silêncio. Isto por si será a tua retificação, e apressará o teu casamento.  Quando uma pessoa fica imóvel face quem o envergonha, e quando não desafia as leis de D-us, ela retifica tudo o que pecou abusando de sua natureza sexual. Então seus problemas são resolvidos e ela obtém paz. Este silêncio permite que a pessoa comungue com o Infinito, Bendito Seja. Neste plano, tudo é um; tudo é bom.

14. As palavras de um Tsadik

Meu querido filho e filha! Vá pessoalmente ouvir palavras de Torá diretamente da boca do verdadeiro e sábio Tsadik. Então vocês encontrarão a vossa metade. Geralmente, um homem e uma mulher destinados a se unir são postos a parte um do outro, o que torna difícil a cada um deles encontrar a sua metade. A resposta é dirigir-se a um Tsadik verdadeiro e sábio, por ser um homem que possuir sabedoria. Quando um Tsadik diz palavras de Torá, compõe seu ponto de vista através da união de diferentes afirmações, colhidas de diferentes fontes. Então sua alma, por se encontrar naturalmente conectada com a Torá, consegue encontrar o teu par com mais facilidade, comparando-a com alguma fonte distante da Torá (veja Licutê Moharan 2:89).  Além disso, quando você ouve palavras de Torá ditas por uma pessoa desta altivez, a verdade Divina faz jorrar luz no teu intelecto, iluminando tua consciência. Você se tornará consciente da compaixão Divina e de que há um motivo para atrasar o teu casamento. Isto te trará uma forte e firme confiança na Providência Divina. Então você será feliz e desfrutara uma vida de cheia de alegria.

15. Uma prece do "Licutê Tefilot"

Meus queridos filhos e filhas! Os ensinamentos de Torá de um Tsadik sábios e verdadeiros têm o poder de te acercar da tua metade. Suas palavras podem fortalecer a tua fé em D-us, e fazer com que retornes a D-us sem o coração dividido. Contudo, não é fácil encontrar este Tsadik. Não faltam “sábios” fraudulentos e imitadores na praça. Por isso, recite regularmente a seguinte oração, formulada por Rabi Natan de Breslav, discípulo de Rabi Nachman. Esta prece é eficaz em ajudar as pessoas a encontrar o verdadeiro Tsadik, aquele que revela ensinamentos da Torá que conectam as pessoas com D-us. Uma Prece do "Licutê Tefilot" 2:45:

Querido D-us, cheio de Sabedoria, ajuda-nos com Tua compaixão. Com teu amor, ajuda-nos a reconhecer quem é um verdadeiro Tsadik. Ajuda-nos a encontrá-lo. Ajuda-nos a nos aproximar dele. Ajuda-nos a ouvir suas palavras de Torá. Tem compaixão de todas as pessoas do Teu povo que estão encontrando dificuldades em encontrar sua metade e casar-se (em particular, "mencione o nome Hebraico," – filho ou filha de "nome Hebraico da mãe"). Ajuda-os a encontrar rapidamente e com facilidade o seu verdadeiro par nesta vida. E que não haja mais sofrimento, atrasos ou problemas. Carecemos de qualquer conhecimento. Não sabemos como rogar para encontrar a outra metade de cada um de nós. D-us, Tu sabes como é difícil unir duas pessoas para formar um par, porque o homem e a mulher são dois pólos opostos. Às vezes a diferença entre os dois é tão grande, que uní-los é mais difícil do que partir ao meio as águas do Mar VermelhoAssim sendo, a única maneira de uní-los é usar do conhecimento verdadeiro que possibilita todas as uniões. Por isso é tão importante ouvir as palavras de um homem verdadeiramente sábio. Uma pessoa como esta nos traz os verdadeiros ensinamentos da Torá. Ele nos mostra extraordinárias conexões, unificando assuntos que parecem não poder se juntar. Então, também neste mundo, pessoas que foram separadas podem tornar a se unir.  O que podemos fazer? Já pecamos tanto, e agora este homem sábio está oculto de nós. Não sabemos onde encontrá-lo. Não sabemos aonde ir para ouvir suas palavras de Torá.D-us, de onde virá nossa ajuda? Elevamos nossos olhares a Ti, que é cheio de compaixão, Tu, que arranja todos os casamentos. Tem piedade sobre aqueles do Teu povo que ainda não se casaram. Envia a eles os companheiros que lhes foram designados dos céus. Que os dois possam se encontrar e ajudarem um ao outro.  D-us, Único Rei, cheio de compaixão, Tu reinas sobre todas as gerações até o final dos dias. Tu governas Teu mundo com misericórdia. Tu reinas sobre Tuas criaturas com compaixão. Tem compaixão pelos homens e mulheres jovens do Teu povo. Faz-nos conhecer o Teu caminho, para que possamos saber como ajudar cada judeu a se casar. Que possamos ser auxiliados pelo poder e mérito dos grandes e verdadeiros sábios. Eles já alcançarem um elevado estágio de consciência, que fizeram descer até este mundo.  Ajuda-nos a ajudar a todas estas pessoas solteiras a se casarem. Que eles desfrutem uma vida longa e pacífica. Que agradem um ao outro e jamais entrem em conflito. Que vivam uma vida junta com amor e pureza. Que todos os judeus cuidem de suas atividades sexuais com pureza e santidade. Toda a Torá depende disto. É o maior teste de livre arbítrio que temos pela frente. Por isto, deixa que Teus homens sábios nos guiem.  Que todos os matrimônios tenham filhos e filhos dos filhos por todas as gerações. Que eles vivam longos e bons dias, e que Te sirvam com reverência. Que eles reconheçam a grandeza dos Tsadikim que Tu escolheste. Que eles aprendam os ensinamentos sagrados que os Tsadikim trouxeram a este mundo.  Mestre do universo, Tu nos trataste de acordo com nossos atos errôneos. Mas Tu não nos pagaste de volta de acordo com nossos pecados.  Também agora, tem pena de nós. Ouve nossas preces; não olhe  nossas falhas. Apaga nossos pecados; não se atenha aos nossos atos maus.  Olhe para os méritos dos Tsadikim, sobre os quais nos apoiamos. Nós bebemos as águas de seu conhecimento sagrado e nos nutrimos com suas palavras. Que todos os judeus solteiros encontrem rapidamente seus verdadeiros companheiros. Responde nosso pedido com compaixão, Tu que és todo amor. Tua compaixão é infinita e Tu desejas que mesmo uma pessoa como eu – quebrado como estou – rogue pela Tua bondade e amor.Tu és bom e Tu fazes bondade com todos. Tu mostras Tua grandeza especialmente quando ofereces o Teu amor àqueles que estão distantes de Tu – em particular a quem está tão distante de Ti como eu. Tem compaixão por aqueles que precisam dela. Pois Tu tens compaixão por aqueles que não a merecem. A todo o momento Tu me fartas com bondade e favores. "Pois Tua benevolência para comigo é grande, e Tu resgataste minha alma da mais baixa profundidade" (Salmos 86:13). Teu amor por mim é infinito. Está acima de qualquer avaliação. "Pois Sua benevolência conosco foi irresistível, e a verdade do Senhor é eterna. Louvem a D-us!” (Salmos 117:1).  Por isto decidi rogar a Ti. Não peço Tua ajuda por me achar merecedor. Eu me apoio na Tua compaixão, e na força do mérito dos Tsadikim. Sua força e mérito são suficientes para me ajudar, assim como aos meus filhos e filhos dos meus filhos, junto a todos os Teus filhos, o povo de Israel, para sempre. Só temos a Ti. Que todos nós possamos rejubilar com a Tua salvação.  "Possam as expressões da minha boca e os pensamentos do meu coração encontrar favor diante de Ti, Senhor, minha Rocha e meu Redentor” (Salmos 19:15).

Anúncios
Esse post foi publicado em SABEDORIA. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s